O Ministério do Trabalho acaba de publicar a Lista Suja do trabalho escravo, em cumprimento à decisão judicial exarada nos autos da ação civil pública por ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho.

No entendimento do Procurador-Geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, “o resgate desse importante instrumento de combate à escravidão contemporânea e de transparência aos atos da Administração, após quase três anos mantido às sombras, somente foi possível graças à atuação obstinada e perseverante do Ministério Público do Trabalho. O resultado desse trabalho deve ser comemorado: é um suspiro de esperança num cenário de retrocesso de direitos sociais e a prova concreta de que o momento é de união e luta.”

Segue o link de acesso à Lista: http://trabalho.gov.br/component/content/article?id=4428