O filme “As Sufragistas” (Reino Unido, 2015), baseado em fatos reais, nos mostra de maneira comovente como os direitos têm que ser conquistados. Não há direito que caia do céu, que venha de graça, mesmo o direito mais óbvio ou “natural”. É preciso tomar o direito e lutar sempre para que ele permaneça. Percebe-se também a resistência daqueles que não querem conceder, que na maior parte das vezes usará de todo tipo de violência para impedir que ele seja reconhecido. Excelente filme para lembrar a cada um de nós que alguém sofreu muito pelos nossos direitos e que devemos continuar lutando para conquistar ouros e que os que temos não sejam retirados.